Com quantos talentos se faz o sucesso?

Esta pergunta responde a existência de 59 anos da King, uma empresa que prioriza seu principal ativo, o “Capital Humano”. Neste mês dedicamos este espaço a Alessandra Rocha, gerente de Gestão de Pessoas.

Alessandra começou cedo, uma jovem de 18 anos buscando colocação e aprendizado profissional. Em 2002 ingressou na King na função de recepcionista, neste momento começou sua trajetória de crescimento.

Em 2006 recebeu o convite para ingressar no Departamento de Recursos Humanos, quando descobriu sua habilidade com pessoas, é intrínseca a empatia pelo próximo. “Buscar soluções, e se fazer presente no momento que o colaborador está fragilizado, seja por questões pessoais ou profissionais, doar amor, atenção, compartilhar sentimentos, mostrar para o colaborador que não está sozinho e tem o apoio da empresa, é uma das tarefas que mais me envolve e realiza”, comenta Alessandra Rocha.

Outra característica da Alessandra é sua ligação com Deus. Ela comenta que no momento que surgem novas vagas na empresa, faz uma mentalização “Deus envie uma pessoa que atenda às nossas necessidades e venha somar e crescer nesta empresa”, e assim os mais capacitados chegam na King.

Alessandra comenta a satisfação e orgulho de fazer parte de um setor que é a porta de entrada de novos colaboradores, pois a história de cada um deles começa aqui no Recursos Humanos.

Em 2018 decidiu conquistar mais conhecimento, iniciou um curso de formação de Coaching, que foi essencial para sua vida profissional, pois viabilizou melhorias nas habilidades com os colaboradores da empresa.

Durante sua trajetória alguns nomes merecem ser destacados, além da diretoria, Jacira, sua primeira mentora, Ricardo Terumi, idealizador do convite para ingressar no Departamento Pessoal, portanto responsável pelo seu crescimento profissional, e claro que o gerente do Departamento Pessoal, Eduardo Marciano, gestor da colaboradora que também contribuiu muito no aprendizado. Alessandra fala com emoção de suas amigas, Andrea e Fernanda Pires, que diz serem incríveis profissionais e diariamente estão dispostas a ajudar, enfim, muitos e muitos outros colegas.

Alessandra tem uma segunda atividade que proporciona muito prazer e que também está ligada no relacionamento com pessoas, o universo feminino. Através desta atividade ajuda as mulheres a encontrarem a realização pessoal quebrando paradigmas e construindo uma nova história para cada uma delas.

 

Como você se vê daqui a 5 anos?

Minha visão do futuro é me manter no setor de Gestão de Pessoas da King Contabilidade, dirigindo novos e grandes projetos, afinal fazer parte da história da KING é uma realização profissional.

ENCITY – Gerar novos Negócios e compartilhar experiências

Com a presença de 150 comerciantes de várias áreas de atuação da zona leste de São Paulo, a Revista CityPenha realizou nesta última terça-feira (17), o ENCITY – Encontro de Negócios, com o objetivo de reunir empresários e profissionais da região para apresentação, trocas de experiências e principalmente incentivar a realização de novos negócios.

Este evento foi marcado pela presença de estudantes da ETEC Prof. Aprígio Gonzaga – curso de Administração, do superintendente da ACSP-Penha, Dr. Alfredo Veloza, e o subprefeito da Penha, Thiago Della Volpi, entre outros.

A King Contabilidade foi um dos patrocinadores do evento, e o Presidente, Márcio Shimomoto, encerrou a apresentação do evento com um breve pronunciamento.

Servir e ser útil, este é o nosso lema, não trabalhamos com o objetivo principal de ganhar dinheiro, dinheiro é consequência de um trabalho bem realizado. O ser humano é um ser comunitário, não vivemos isolados, então para alcançar o sucesso é necessário eventos como o ”Encity”, participar da Associação Comercial, trocar ideias, praticar o Network, compartilhar problemas para achar soluções, este é o sentido deste evento, e nós da Contabilidade estamos aqui exatamente para isso, ajuda-los a achar soluções. Lidamos com a questão burocrática e indicamos os melhores caminhos tributários para sua empresa pagar menos impostos, mas o principal é que através dos números que nos apresentam é possível conhecer com mais profundidade a sua própria empresa, projetando um futuro de sucesso através das metas estipuladas. Essa é a finalidade de nós contadores e da KING Contabilidade, ajudar a alavancar sua empresa!

 

Você pode colocar um pelotão de soldados na porta de sua empresa, mas mesmo assim ela pode não estar 100% segura

Prevenir é melhor do que remediar. E as empresas precisam se antecipar aos acontecimentos negativos. Pensando nisso, a King Contabilidade está engajada em disponibilizar informações relevantes com o propósito de ajudar donos de negócios a evitar problemas que acarretem prejuízo à sua empresa.

As mudanças na sociedade são constantes em todos os âmbitos, com destaque à transformação digital, que invadiu nossas vidas proporcionando facilidade e praticidade, porém com novos riscos, sendo necessário que as empresas se preocupem com sua segurança digital.

A segurança digital é a proteção da identidade digital de uma empresa, sendo fundamental para o sucesso do negócio, tendo em vista a constante variação das ameaças, o crescimento das Pequenas e Médias Empresas (PME), a velocidade em que as informações se propagam e a complexidade crescente das infraestruturas.

Recentemente a King Contabilidade foi certificada pelo 3º ano consecutivo no programa CSI - Certificado de Segurança da Informação, e o presidente da King, Márcio Shimomoto, comenta: “Qualquer falha na proteção digital poderá acarretar consequências desastrosas para sua empresa”.

E os números mostram isso, pois os ataques cibernéticos no Brasil cresceram 95,9% em 2018, em comparação com o ano anterior.

Destacamos, então, algumas dicas importantes para garantir a segurança digital de sua empresa, acompanhe:

 

  • Crie uma Política de Segurança da Informação, que norteie as ações da empresa e de seus colaboradores, pois grande parte dos incidentes decorrem de falhas humanas;
  • Tenha um sistema de recuperação de desastres (Backup);
  • Utilize antivírus confiáveis;
  • Tenha senhas altamente seguras, com mais de 8 caracteres e que misturem números, letras maiúsculas e minúsculas, caracteres especiais (#, %, @, etc.) e que sejam trocadas pelo menos a cada 3 meses;
  • Dê treinamentos do uso correto do e-mail, com dicas sobre tomar cuidado ao inserir o endereço de e-mail, criptografar (colocar senha) documentos que tenham informações confidenciais, não abrir links em e-mails de remetentes desconhecidos;
  • Tenha um Acordo de Confidencialidade atrelado a todos os contratos com terceiros e colaboradores;
  • Oriente os colaboradores a acessarem apenas sites confiáveis e, no caso de qualquer incidente, peça para alertar o seu superior imediatamente.

 

Este investimento é prioridade, afinal sua empresa pode se tornar alvo de ataques de hackers e outros cibercriminosos, que podem trazer custos muito maiores.

 

 

MP da Liberdade Econômica pode afetar sua empresa?

O Senado aprovou no último dia 21 a medida provisória 881, conhecida como MP da Liberdade Econômica. Vemos que o governo não está medindo esforços para desburocratizar o cenário de negócios, reduzindo gastos para empregadores e facilitando a abertura de empresas.

Acompanhe as medidas de desburocratização e simplificação de processos aprovadas pelo Senado:

  • Adeus Controle de Ponto? O texto acaba ainda com a exigência de afixação, em local visível, do quadro de horários dos trabalhadores. O registro de entrada e saída, por sua vez, será exigido somente de empresas com mais de 20 funcionários. Atualmente, vale para as empresas com mais de dez empregados. Também foi aprovada a autorização expressa para o registro de ponto por exceção à jornada regular de trabalho, que não estava no texto original do Executivo. Nesse regime, horário de chegada e saída do funcionário só é registrado se há horas extras, atrasos, faltas e licenças. Previsto em portarias do extinto Ministério do Trabalho, o registro por exceção era considerado irregular pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST). A adoção desse sistema será permitida por acordo individual escrito, convenção coletiva ou acordo coletivo de trabalho. Na opinião da KING CONTABILIDADE, apesar da não obrigatoriedade de marcação de ponto para empresas até 20 empregados, ou da marcação de ponto por exceção, os empregadores devem adotar algum sistema de marcação de ponto, seja ele manual, mecânico ou eletrônico. Pois este documento traz segurança jurídica, em uma eventual reclamação trabalhista movida pelo empregado, pleiteando horas extras, excesso de jornada, falta de intervalo entre jornada, trabalho aos domingos e feriados, dentre outros
  • eSocial passa por simplificação: O eSocial será alterado, a ideia é que seja substituído por um sistema mais simples.
  • Patrimônio Blindado: A MP 881 define os requisitos para determinar se sócios e administradores devem responder por dívidas de empresas. Pelo texto da MP, isso só será possível nos casos em que houver desvio de finalidade, ou seja, quando os sócios usarem a empresa com o propósito de lesar credores e para a prática de atos ilícitos de qualquer natureza. Ou nos casos de confusão patrimonial. Se uma empresa vier a falir por qualquer outro motivo, os bens dos sócios estarão protegidos.
  • Carteira de Trabalho, diariamente no bolso do trabalhador: O trabalhador terá acesso a esse documento diretamente pelo celular. Atualmente, para emitir a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), o trabalhador precisa marcar um horário em um posto de atendimento, levando identidade e número de PIS. Com a MP, bastará o número do CPF para que a carteira seja emitida, mas o texto não diz como será o processo de emissão. Diz que a função seria de responsabilidade do Ministério da Economia.
  • Menos Burocracia – Alvarás: A MP prevê que empresas de baixo risco não precisem mais de alvará para funcionar. No entanto, ainda não define quais seriam os critérios para a classificação de negócios de baixo risco. Pequenas e médias empresas cujas atividades sejam consideradas de baixo risco, como cabeleireiros e bares, ficam isentas para começar operar. Já quem precisa da licença, caso o órgão público não cumpra o prazo de entrega da decisão, o alvará será concedido automaticamente.
  • Fiscalizações brandas: A MP também oficializa um mecanismo que já acontece na prática das fiscalizações: na primeira visita a atividades de risco leve, o fiscal deve orientar o responsável pelo local e explicar quais as mudanças esperadas. Após o prazo determinado, mediante descumprimento, poderá lavrar auto de infração.