Abertura de MEI: O que é, documentação, conta e mais!

Abertura de MEI

Abertura de MEI: O que é, documentação, conta e mais!

A melhor forma de entrar neste assunto é mostrando os números os quais revelam a realidade do Brasil. Temos cerca de 14 milhões de Microempreendedores Individuais (MEIs) ativos, isso representa quase 70% das empresas em atividade em nosso país, segundo dados do Ministério da Economia. Em 2021, foram criados mais de 3 milhões de cadastros de microempreendedores individuais no país. De acordo com o SEBRAE e com dados da Receita Federal, essa é a maior adesão dos últimos 5 anos. 

O que é MEI: 

O MEI foi criado em 2009 para tirar da informalidade profissionais autônomos e pequenos empreendedores no Brasil. Ao se cadastrar como MEI, você passa a possuir um CNPJ, pode emitir notas fiscais e até mesmo contratar um funcionário. A grande vantagem está na simplicidade do processo: o cadastro como MEI pode ser feito rapidamente pela internet, em um site chamado Portal do Empreendedor. É um tipo de empresa simples e que se ajusta muito bem às necessidades de quem atua de forma autônoma. Ao se formalizar como MEI, o empreendedor passa a ter um CNPJ próprio, a possibilidade de emitir notas fiscais e de ter acesso aos benefícios da Previdência Social.  

Se você está sonhando de ser dono do seu próprio nariz, acorde!!! Vamos dar os caminhos para transformar seu sonho em realidade. 

Como abrir MEI? 

Primeiro passo é respeitar as regras, acompanhe: 

 

  • Faturamento anual inferior a R$ 81 mil (R$ 6.750,00/mês). Atenção existe um Projeto de Lei Complementar (PLP) 108/21 aumenta para R$ 130 mil a receita bruta anual permitida para enquadramento como Microempreendedor Individual (MEI). A proposta, que tramita na Câmara dos Deputados, ainda autoriza o MEI a contratar até dois empregados. (Fonte: Agência Câmara) 
  • Não pode ser sócio, administrador ou titular de alguma outra empresa 
  • Pode contratar (no máximo) um funcionário — e ele deve receber o salário-mínimo ou piso da categoria  

Além disso, você precisa consultar a lista de atividades permitidas e verificar se sua ocupação está entre as que podem optar pelo MEI.  Lembrando que um contador pode ajudar neste processo.

A lista de atividades do MEI é extensa, abaixo apresentamos as principais: 

Prestação de serviços 

  • cabeleireiros; 
  • cozinheiros; 
  • eletricistas; 
  • jardineiros; 
  • motoristas de aplicativo; 
  • caminhoneiro; 
  • mecânico;  
  • pedreiro; 
  • adestrador de animais; 
  • mágicos; 
  • editor de vídeos; 
  • dublador. 

Comércio 

  • alimentos; 
  • roupas; 
  • acessórios; 
  • produtos de beleza; 
  • materiais de construção; 
  • materiais de decoração. 
  • baleiros; 
  • comerciante de animais; 
  • artigos de mesa e banho; 
  • vendedor de roupas; 
  • produtos de caça e pesca; 
  • comerciante de rações. 

Indústria 

  • artesãos em cerâmica; 
  • produtos de bijuterias; 
  • artistas de metais; 
  • produção em madeira; 
  • projetos com bambu; 
  • atuação com cimento e gesso; 
  • artesãos em cerâmica. 

Conhecer as atividades do MEI é essencial para novos profissionais que planejam formalizar sua profissão por meio dessa modalidade, mas também é importante para quem já atua oficialmente. Microempreendedores individuais que já possuem seu registro também devem consultar suas atividades do MEI periodicamente. 

O processo de criar um MEI é bastante simples. Acompanhe o passo a passo e veja como obter seu CNPJ em pouco tempo. 

  • Acesse o Portal do Empreendedor. Na aba “Quero ser” (à esquerda), clique na opção “Formalize-se” 
  • Informe o seu CPF e a senha da sua conta Brasil Cidadão 

 

Documentação necessária para abrir um MEI 

Tenha os seguintes dados em mãos para preencher o formulário:  

  • RG  
  • Título de Eleitor  
  •  número de recibo de declaração de IR dos últimos 2 anos (caso tenha declarado no período)  

 

Abrir uma conta com CNPJ MEI : O MEI que deseja abrir uma conta bancária para pessoa jurídica precisa apresentar os seguintes documentos junto à instituição financeira que ele escolher: 

Documento de identidade; 

  1. CPF; 
  2. CNPJ
  3. Certificado de Microempreendedor Individual; 
  4. E-mail; 
  5. Telefone; 
  6. Comprovante de residência; 

Se achou complicado este processo de formalização, contate um escritório de contabilidade, assim sua formalização como MEI será realizada de forma segura e rápida!

Pronto para Crescer? Conte com a Gente!

Estamos anciosos em falar com você, entender sua necessidade e conseguirmos te ajudar a evoluir o seu negócio. Entre em contato conosco agora mesmo e ficaremos felizes em retornar o seu contato.

    Tabela de Conteúdo