Documentos necessários para a declaração do IRPF 2022

Não deixe para última hora, o ideal é organizar o quanto antes a documentação necessária para evitar erros e riscos de cair na malha fina.

Mas por onde começar? A King Serviços vai ajudar nesta tarefa. Acompanhe:

Primeira etapa: Apresentar todas as informações do contribuinte:

• Documento de identidade (nome/ CPF/ data de nascimento/ título de eleitor);
• Dependentes (nome/ data de nascimento/ grau de parentesco/ CPF);
• Dados de endereço e profissão atualizados;
• Dados de conta bancária para restituição/débitos;
• Cópia da última declaração do IR Pessoa Física acompanhada do número do recibo de entrega da última declaração (se houver).

Agora vamos juntar os comprovantes de renda, isto é, todos os recibos de recebimentos:

• Informe de rendimento do empregador (salário);
• Informe de rendimento de distribuição de lucros;
• Informe de rendimento de aluguéis recebidos;
• Informe de rendimento de aposentadoria e/ou pensão;
• Informe de rendimentos bancários e outras instituições financeiras;
• Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf);
• Comprovantes e documentos de outras rendas (pensão alimentícia, doações, herança e outros);
• Informe de rendimentos de previdência privada.

Não podemos esquecer de apresentar os comprovantes de bens e direitos:

• Boleto do IPTU de 2021;
• Escritura de compra e venda de imóvel/ cópia da matrícula do imóvel;
• Outros comprovantes de compra e venda de bens e direitos.

Lembrando que o fisco está preparado para aqueles que tentam omitir informações, então faz-se necessário ter os documentos e comprovantes de renda variável caso seja necessário a apresentação:

• Darfs de renda variável;
• Informes de rendimento auferido em renda variável;
• Controle de compra e venda de ações e a apuração mensal de imposto.

Agora falta pouco para concluirmos esta tarefa, chegou a vez dos comprovantes de pagamentos:

• Comprovantes de doações;
• Comprovante de pagamentos de despesas com educação;
• Comprovante de pagamentos de pensão alimentícia, determinada por decisão judicial;
• Recibos de pagamentos de serviços médicos ou odontológicos;
• Comprovantes de pagamentos ou informe de rendimento de plano ou seguro de saúde com CNPJ da empresa;
• Comprovante de pagamento da Previdência Social e/ou privada (com CNPJ da empresa emissora);
• Carnês de contribuições feitas ao INSS de empregados domésticos: Guia da Previdência Social (ano todo) e carteira profissional de empregado doméstico.

E por fim, os testes de Covid, as despesas realizadas pelo contribuinte ou seus dependentes com testes de Covid-19 serão deduzidas no Imposto de Renda 2022. Mas atenção, somente o exame feito em laboratório poderá ser declarado e deduzido, desde que comprovado o pagamento.

*Testes de farmácia, mesmo com nota fiscal, não tem dedução.

Equipe King Contabilidade