MP estabelece medidas trabalhistas

Foi publicada no Diário Oficial da União de hoje, 28/03/2022 a MP N° 1.109, de 25 de março de 2022, medida provisória que estabelece “medidas trabalhistas alternativas” e o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda em casos de calamidade pública.

Tais “medidas trabalhistas alternativas” e o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda visam a preservação do emprego e da renda dos trabalhadores, em caso de situações de calamidade pública.

Estas medidas poderão ser adotadas por empregados e empregadores e incluem os seguintes pontos a destacar:

  • adoção do regime de teletrabalho
  • antecipação de férias individuais,
  • concessão de férias coletivas,
  • aproveitamento e a antecipação de feriados,
  • regime diferenciado de banco de horas
  • diferimento do recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Através de acordos coletivos, estas medidas alternativas poderão ser adotadas, sendo que a negociação individual é possível para os trabalhadores cuja renda tende a ser recomposta pelo benefício emergencial.

Importante se atentar às penalidades caso ocorra demissão por parte do empregador durante o período de garantia provisória no emprego, com multa equivalente ao salário que o empregado teria direito, no caso de suspensão do contrato, ou equivalente à proporção da redução de jornada e salário acordada.

King Contabilidade